Um total de 334.338 contribuintes com a declaração do Imposto de Renda Pessoa Física de 2020 retida na malha fina começarão a receber cartas da Receita Federal informando a pendência e para que eles consigam regularizar a situação o mais rápido possível.

Mas, atenção: as cartas serão enviadas até o dia 1º somente para os contribuintes que tem condições de se auto regularizar e evitar autuações futuras.

A correção poderá ser feita por meio de uma declaração retificadora, sem necessidade de comparecimento presencial a postos de atendimento.

Quem não receber carta alguma, mas tem curiosidade de saber em que pé está a situação, pode consultar o extrato da declaração na página da Receita na internet. Basta clicar no menu “Onde Encontro?”, na opção “Extrato da DIRPF (Meu Imposto de Renda)”, utilizando código de acesso ou uma conta Gov.br.

Quem já foi notificado ou intimado pela Receita Federal a prestar esclarecimentos não receberá a correspondência.

Pendência

Quando a declaração do IRPF está na malha fina, aparece uma mensagem de pendência, com orientações de como proceder no caso de erro ou divergência de informações. Caso a declaração retificadora não seja enviada, o contribuinte será formalmente intimado e estará sujeito a autuação fiscal e a cobrança de multas.

Após o recebimento da intimação, não será mais possível corrigir a declaração.

Fonte/Autor: Da Redação do Portal Dedução